Pássaro de bebê em um arbusto sempre-verde

A identificação das aves de bebê pode ser um desafio à medida que as aves jovens crescem, muitas vezes mudando o tamanho das penas, as cores e as marcas em apenas alguns dias. Muitos observadores de aves têm sido confusos e excitados ao encontrar um pássaro jovem que inicialmente não reconheceram, esperando que seja uma nova espécie para adicionar à sua lista de vida. Se você entender como os filhotes se parecem e se comportam, você não será enganado e poderá identificá-los prontamente.

Uma vez que você sabe o que você está olhando, você vai gostar de ver esses passarinhos divertidos passarem por seu ciclo de vida.

Quantos anos são os pássaros que vemos?

Normalmente, aves jovens que visitam alimentadores ou pulam no chão são filhotes, aves que cresceram o suficiente de sua plumagem adulta para começar a voar, mas que ainda não estão totalmente maduras. Estas aves podem ter entre 2-5 semanas de idade, dependendo da espécie e quanto elas se desenvolveram. Eles demonstram muitas características juvenis, incluindo características físicas e comportamentais que podem ajudá-lo a identificá-los com sucesso.

Identificando Aves Juvenis

O primeiro passo para determinar que espécie de ave jovem você vê é ter certeza de que ela é, na verdade, uma ave juvenil. Alguns pássaros adultos se parecem com filhotes, mas essas características podem ajudá-lo a ter certeza de que você está vendo pássaros juvenis.

  • Tamanho da fatura: As aves juvenis costumam ter contas que parecem proporcionalmente grandes demais para a cabeça. Isso ocorre porque suas cabeças ainda não cresceram completamente e suas penas ainda não estão cobrindo as bordas da nota, fazendo-a parecer maior.
  • Comprimento da pena: As aves jovens não desenvolveram plumas de voo completas, e as penas nas asas e na cauda serão visivelmente mais grossas do que nas aves adultas. As penas em seus seios, flancos e abdômen também podem parecer mais macias e menos organizadas do que as de aves adultas. Algumas penas podem ser tão subdesenvolvidas que as aves até mostram a pele nua, especialmente na face.

  • Cor: Muitas aves jovens têm plumagem monótona e sem graça semelhante à de uma fêmea adulta. À medida que mudam, suas penas podem ter manchas adicionais, bordas polidas ou outras cores desorganizadas que ajudam a camuflá-las até que possam voar com habilidade.
  • Tamanho do olho: Filhotes e filhotes muito jovens têm olhos esbugalhados que parecem grandes demais para a cabeça. Isso não deve ser muito perceptível nas aves que estão prontas para deixar o ninho, mas se as aves foram deslocadas cedo, o tamanho dos seus olhos pode indicar sua juventude.
  • Comportamento: As aves jovens muitas vezes tentam chamar a atenção de seus pais. Eles podem implorar por comida ou flutuar suas asas, especialmente quando perto de adultos. Eles também podem estar incertos durante o vôo ou podem visitar os alimentadores, mas parecem inseguros de como comer o que é oferecido. Deve-se notar, no entanto, que muitos comportamentos juvenis, incluindo agitação e mendicância, são semelhantes ao namoro de aves adultas. Comportamento sozinho não é uma indicação segura de se um pássaro é ou não juvenil, mas pode ser uma pista valiosa.

Se uma ave exibe várias dessas características, é provável que seja uma ave jovem. O próximo passo para a maioria dos observadores é determinar qual espécie de ave é.

3 chaves para a identificação do pássaro de bebê

Identificar um filhote de passarinho é difícil e, para determinar as espécies de aves jovens, os observadores de aves devem observar essas três características principais.

  • GeografiaÉ fácil tirar conclusões precipitadas sobre as aves jovens como espécies raras. Uma das primeiras coisas a considerar é a geografia de onde a ave está localizada e se é ou não uma área de nidificação ou reprodução de uma ave regional comum. Antes de declarar uma ave juvenil como membro de uma espécie rara, certifique-se de que ela não esteja relacionada a aves comumente encontradas nas proximidades.
  • Plumagem: Embora as aves jovens não tenham sua plumagem, coloração e marcas adultas, elas devem mostrar alguma semelhança com as aves adultas, particularmente nas asas e na cauda. Conforme o pássaro amadurece, essas marcas e cores se tornarão mais distintas. Muitos juvenis também se assemelham a fêmeas adultas notavelmente, mas serão menores em tamanho.
  • Comunidade: Uma das maneiras mais fáceis de identificar um filhote é ver que aves adultas ele fica próximo. Aves jovens geralmente seguem seus pais e imploram por comida ou imitam seu comportamento, e se um bebê misterioso está consistentemente ao redor de uma certa espécie, é mais provável que seja o mesmo tipo de ave. Parasitas de ninhada podem ser exceções dramáticas, mas suas diferenças são freqüentemente tão profundas que é fácil dizer que elas são na verdade pássaros "adotivos" de uma espécie diferente.

Muitas vezes pode ser impossível identificar uma ave juvenil, especialmente se for mais jovem que a maioria dos filhotes. Se este for o caso, em vez de se sentir desapontado, simplesmente observe o pássaro por vários dias e divirta-se vendo-o crescer e amadurecer. Eventualmente, a identificação se tornará mais fácil.

Se você encontrar um pássaro juvenil

Os observadores de pássaros compassivos podem querer ajudar as aves jovens, especialmente se a ave parecer incapaz de voar ou agir com aflição, e é importante saber o que fazer se você encontrar um filhote.

  • Deixe sozinho.
    Os filhotes muitas vezes deixam o ninho alguns dias antes de conseguirem voar com sucesso, mas as aves progenitoras geralmente estão próximas e atentas, mesmo que você não consiga localizar nenhum adulto. Observe a ave por várias horas para ver se os pais cuidam dela ou se é capaz de cuidar de si mesma.
  • Mantenha as crianças e animais de estimação longe.
    Muita atividade nas proximidades ou visitantes desconhecidos podem causar considerável sofrimento aos pássaros, elevando a freqüência cardíaca e criando desorientação. Observadores demais também podem assustar os pássaros adultos, impedindo que eles verifiquem seus filhotes.
  • Devolva para o ninho.
    Se o pássaro é obviamente muito jovem para deixar o ninho, sem penas de voo ou incapaz de se mover, substitua-o no ninho cuidadosamente. As aves não abandonarão um bebê que tenha sido manipulado por seres humanos (a maioria das aves tem um olfato muito ruim), e devolvê-lo ao ninho garantirá que os pais saibam onde ele está. Se você não conseguir devolvê-lo ao ninho, coloque-o nas proximidades em uma área segura e protegida.
  • Entre em contato com as autoridades.
    Se o pássaro estiver ferido ou se os pais não retornarem para cuidar dele, entre em contato com um reabilitador de vida selvagem local, capítulo Audubon ou outro grupo de vida selvagem ou observação de pássaros. As leis estaduais e federais proíbem indivíduos não licenciados de manter ou cuidar de aves selvagens, mesmo que pretendam libertá-los na natureza.
Pode ser gratificante e agradável observar pássaros juvenis, observá-los crescer e amadurecer em seus comedouros. Sabendo o que procurar e como identificar filhotes, você não perderá um minuto de juventude.

Instruções De Vídeo: .

Deixar Um Comentário