Sandpiper de Baird

Os pássaros de Baird são reconhecidos por muitos observadores de pássaros, mas não muitos observadores percebem como esses pássaros foram nomeados e quão significativo foi um naturalista, ornitólogo e curador de museus para a observação moderna de pássaros.

Nome: Spencer Fullerton Baird
Nascimento: 3 de fevereiro de 1823, Reading, Pensilv√Ęnia, Estados Unidos
Morte: 19 de agosto de 1887, Woods Hole, Massachusetts, Estados Unidos

Sobre Spencer Fullerton Baird

Spencer Baird, o terceiro de sete filhos de sua família, foi cercado pelo mundo natural desde tenra idade, desfrutando de jardinagem com seu pai e birding com seu irmão.

Baird era bem-educado, recebendo bacharelado e mestrado em artes no Dickinson College, em Carlisle, Pensilv√Ęnia, e cursando cursos na Columbia University, em Nova York, mas muito de seu interesse pelo naturalismo era autodidata, muitas vezes. atrav√©s de longas caminhadas ao ar livre. Ele compartilhou esse interesse com os alunos quando era professor de hist√≥ria natural em Dickinson, muitas vezes liderando suas aulas em viagens de campo locais para fazer observa√ß√Ķes naturais.

Baird teve uma prestigiosa introdução à ornitologia, tendo conhecido John James Audubon em 1838, de quem aprendeu alguns dos fundamentos de como ilustrar pássaros de maneira científica. Ele também se correspondeu com John Cassin quando jovem.

Durante toda a d√©cada de 1840, Baird viajou bastante, muitas vezes com o apoio do Smithsonian Institute enquanto colecionava esp√©cimes para a cole√ß√£o do museu. Acrescentou-se √†s suas pr√≥prias cole√ß√Ķes na √©poca e ampliou ainda mais seu conhecimento n√£o s√≥ de aves, mas tamb√©m de r√©pteis, plantas e peixes.

Em 1846, Baird casou-se com Helen Churchill. Seu √ļnico filho, uma filha chamada Lucy Hunter Baird, nasceu em 1848.

A experiência de Baird em história natural e sua experiência em colecionar para o Smithsonian Institute o levou a ser escolhido como o primeiro curador do museu em 1850, uma posição que ele assumiu com grande paixão para expandir a já extensa coleção do museu.

Ele encorajou um foco maior na hist√≥ria natural dos Estados Unidos e de toda a Am√©rica do Norte, e revolucionou o museu atrav√©s da coordena√ß√£o do extenso compartilhamento e com√©rcio de esp√©cimes com outros museus em todo o pa√≠s. Ele tamb√©m doou um grande n√ļmero de seus pr√≥prios esp√©cimes para o museu, alguns dos quais ainda fazem parte da cole√ß√£o do museu. Peri√≥dicos e publica√ß√Ķes de pesquisa tamb√©m foram trocados, ajudando a fortalecer a base de pesquisa do instituto.

Já um leitor prolífico, Baird também se tornou um escritor prolífico. Ele publicou mais de 1.200 artigos, artigos e livros em sua vida, muitos lidando com a história natural em geral, bem como com pássaros e outros tópicos específicos.

Spencer Baird morreu em 1887 e está enterrado no cemitério de Oak Hill, no bairro de Georgetown, em Washington, D.C.

Contribui√ß√Ķes para Birding

Embora Baird possa n√£o ter sido tremendamente ativo no trabalho de campo, suas contribui√ß√Ķes para os museus de aves e a compreens√£o da hist√≥ria natural das aves n√£o devem ser subestimadas.

  • Desenvolveu a extensa cole√ß√£o do Instituto Smithsonian e, ao comercializar esp√©cimes com outros museus em todo o pa√≠s, tamb√©m trouxe aves preservadas para muitas outras institui√ß√Ķes. Os esp√©cimes preservados permitiram um estudo muito mais detalhado das aves, minimizando o impacto humano nas popula√ß√Ķes existentes.

  • Escritor principal de Uma hist√≥ria de p√°ssaros norte-americanos (1874 - Little, Brown e Company), Cat√°logo de aves norte-americanas (1859 - Instituto Smithsonian) e muitas outras publica√ß√Ķes e artigos de ornitologia.
  • Membro fundador da Uni√£o dos Ornit√≥logos Americanos em 1883, embora tenha recusado participar da reuni√£o anual naquele ano por causa de suas obriga√ß√Ķes no museu.
  • O Baird Ornithological Club, em sua cidade natal de Reading, na Pensilv√Ęnia, √© nomeado em sua homenagem. O clube foi fundado em 1922 e continua a promover os interesses de Baird e a devo√ß√£o ao natural da hist√≥ria das aves at√© hoje.

Pássaros nomeados após Spencer Fullerton Baird

A maior honra para quem se dedica √†s aves √© ter um p√°ssaro chamado por elas. Spencer Baird est√° ligado a um n√ļmero de p√°ssaros que retratam essa honra tanto em seus nomes comuns quanto em suas designa√ß√Ķes binomiais cient√≠ficas, mantendo seu nome familiar aos observadores de p√°ssaros por gera√ß√Ķes.

  • Akikiki (Oreomystis bairdi)
  • Flycatcher de Baird (Myiodynastes bairdii)
  • Sandpiper de Baird (Calidris bairdii)
  • Pardal de Baird (Ammodramus Bairdii)
  • Trogon de Baird (Trogon Bairdii)
  • Prinia em faixas (Prinia bairdii)
  • Vireo de Cozumel (Vireo Bairdi)
  • Pica-pau-de-bico-marfim, subesp√©cie cubana (Campephilus principalis bairdii)
  • Passarinho-de-bico-rijo (Acanthidops bairdi)
Foto - Sandpiper de Baird © Dominic Sherony

Instru√ß√Ķes De V√≠deo: .

Deixar Um Coment√°rio